Bem-vindo ao nosso Suporte

Faça sua pesquisa digitando palavras-chave abaixo ou veja a nossa base de conhecimento.

S201-Cadastro de Afastamento - Registro de Movimentação de Prontuário

Seguir

Sumário

Sistema: Gerenciador de Aplicativos Prosoft (GAP)

Contexto: Este artigo tem como objetivo orientar o usuário em como incluir um registro de afastamento no sistema

Informações Adicionais: Não se aplica 

Resolução

Esta rotina permite controlar e registrar todas as ocorrências dos funcionários. Devem ser registrados obrigatoriamente os afastamentos que devem ser declarados na GFIP com o respectivo código de movimentação oficial, como: afastamento por motivo de acidente de trabalho, doença, licença-maternidade (por gestação ou por adoção), exército, entre outros. A partir destes registros que serão gravados os dados na GFIP e serão gerados os valores nos recibos de pagamento de funcionários.

1- Acesse: Social > Folha de Pagamento > Tabelas > Tabela de Ocorrências de Prontuário

2- Verifique o código da ocorrência correspondente ao afastamento que deseja Incluir.

3- Na guia Parâmetros, certifique-se que o código está parametrizado na linha correspondente ao afastamento.

4- Acesse: Social > Folha de Pagamento > Manutenção de Arquivos Funcionais > Registro de Movimentação de Prontuário

5- Selecione a Empresa, Funcionário e clique no botão Adicionar Novo Registro.

6- Informe o código do tipo da ocorrência, conforme a Tabela de Ocorrências de Prontuário, podendo consultar os códigos cadastrados por meio da seta de pesquisa.

7- Informe a data de início da ocorrência e hora (se necessário). Informe a real data do atestado médico, sem desconsiderar os primeiros 15 dias, pois o sistema realiza essa contagem dos primeiro 15 dias automaticamente e a partir do décimo sexto dia será considerado pelo o INSS (afastamento por doença e acidente de trabalho).

8- Informe a data final da ocorrência e hora (se necessário). Para funcionários cujo afastamento não tem previsão de retorno, este campo pode ficar em branco
Exemplo: afastamento por motivo de doença e acidente de trabalho.

9- Para os afastamentos oficiais, como Auxílio Doença, Acidente de Trabalho, Auxílio Maternidade e Exército, a rotina apresenta o salário automaticamente para funcionários mensalistas, horistas, aulistas e o valor do Auxílio Seguro.

Mensalista: A rotina sugere o valor de Salário Base.

Horista: A rotina sugere o Salário Base (valor hora) x Horas Base Mês.

Aulista: Sugere a Quantidade de Aulas (fixas no Cadastro do Funcionário) x valor da aula correspondente (conforme Tabela de Aulas). Na ausência dessas informações, é apresentado zero.

Tarefeiros Comissionistas Puro e Periódicos: Para funcionários que não possuem salário base, será apresentado zero.

10- Para afastamentos que envolvam atestado médico onde consta o CID (Código da Doença), informe o código.

11- Ao gravar as informações o sistema apresenta a mensagem se deseja alterar a condição do funcionário, clique em Sim.

Importante: Se o funcionário na data final do afastamento (se for decorrente do mesmo afastamento), apresentar outro atestado (documento), para continuar afastado, não deverá ser criado outro afastamento, e sim alterado a data final do afastamento já cadastrado inicialmente.

12- Acesse: Social > Folha de Pagamento > Manutenção de Arquivos Funcionais > Cadastro de Funcionários

13- Desta forma o sistema altera a condição do funcionário automaticamente em seu cadastro.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 4 de 8

Comentários