Bem-vindo ao nosso Suporte

Faça sua pesquisa digitando palavras-chave abaixo ou veja a nossa base de conhecimento.

F32-Importação em XML (NF-e, NFC-e e CF-e) - GOLD

Seguir

Sumário

Sistema: Gerenciador de Aplicativos Prosoft (GAP)

Contexto: Este artigo orienta o usuário sobre as informações para importação de notas em XML (NF-e, NFC-e e CF-e)

Informações Adicionais: Não se aplica.

Resolução

1- Acesse: Fiscal > Documentos Entradas e Saídas > Importação em XML (NF-e, NFC-e e CF-e)

Processo de Validação das NF-e:

O processo de validação consiste nas seguintes atividades:

Estrutura do arquivo XML: Serão aceitos apenas os arquivos XML gerados pelo emissor oficial da NF-e ou por programas de terceiros

Ocorrências no Log:
- “Estrutura XML Inválida - O arquivo Não foi Aceito com o Schema NFe vs 1.10 ou vs2.0.”
- “Estrutura XML Válida -> A estrutura do arquivo foi Aceita com o Schema NFe vs 1.10 ou vs 2.0.”
- “XML Com Formato Inválido -> Arquivo não contém formato válido para processamento.”
- "Não foi possível listar arquivos XML no diretório.”
- "Nome Inválido - O arquivo não esta com um nome válido.”

Verificação de NF-e autorizada:Ao selecionar o parâmetro Importar Apenas Notas Fiscais Autorizadas serão aceitas apenas as NF-e autorizadas, ou seja, as NF-e cujo arquivo XML possua a TAG em que a TAG contenha o código 100 (Autorizado o uso da NF-e) ou 101 (Cancelamento de NF-e homologado)
 
Ocorrências no Log:

- XML Com Formato Inválido -> Arquivo não contém formato válido para processamento.

Identificação do emitente da NF-eSerão importadas apenas as NF-e de entradas e saídas emitidas pelo próprio contribuinte

Ocorrência no Log:

- “NFe não é de emissão própria”

Ano de Movimento: Serão importadas apenas as NF-e que foram emitidas no exercício informado nas Configurações de Pastas (F3)
 
Ocorrência no Log:
- “Data de Emissão da Nota não corresponde ao Ano de Movimento Processado”.

Encerramento do Período:Se a data de emissão da NF-e for correspondentes a um período já encerrado a mesma não será importada.
Saiba mais sobre Encerramento de Período acessando o conhecimento ID 979- ENCERRAMENTO DE PERÍODO NO MÓDULO FISCAL.

Ocorrência no Log:
- “Período Encerrado - Encerramento do Período já foi feito.”

Período Bloqueado:Se a data de emissão da NF-e for correspondentes a um período já bloqueado a mesma não será importada.
Saiba mais sobre Bloqueio e encerramento de notas acessando o conhecimento ID 988- PROCEDIMENTOS PARA BLOQUEIO E DESBLOQUEIO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL.

Ocorrência no Log:
- “Período Bloqueado - Para Digitação/Importação.”

Checagem de NF-e já DigitadaAs NF-e que já estiverem registradas no sistema não serão importadas

Ocorrência no Log:

- “Chave NF-e já registrada - Nota já gravada”

- “Nota já registrada com estes dados"

Cancelamento da NF-e:Será verificado se a NF-e já está registrada no sistema para efetuar o cancelamento da mesma

Ocorrências no Log:

- “Cancelamento da NFe -> Não foi encontrada uma Nota com a Chave NFe [xxxx] Cancelamento Não Efetuado.”
- “Cancelamento da NFe -> Nota já cancelada com a Chave NFe”

NF-e cancelada:Os arquivos de cancelamento da NF-e também deverão ser importados, onde o programa identificará a NF-e já gravada pelo número da Chave NFe e selecionará o campo NF Cancelada da escrituração. No campo observações serão adicionadas as informações de cancelamento e justificativa

Na guia Parâmetros de Importação, temos os parâmetros a serem definidos antes de iniciar a importação das NF-e.

No quadro NFC-e e NF-e de Saída – Emissão Própria, temos os parâmetros referentes às NF-e de saídas emitidas pelo próprio contribuinte

- Layout NFC-e e CF-e: Informe o template utilizado na escrituração, para receber a importação das Notas Fiscais Eletrônicas de saídas

- Observação: Para que as NF-e de saídas não sejam importadas, informar a opção

- Espécie NF-e (Mod. 55): Informe a espécie do documento a ser utilizada para as NF-e de saídas. Neste campo só serão apresentadas as espécies cadastradas com o modelo 55 na rotina Espécies de Documentos

- Espécie NFC-e (Mod. 65): Informe a espécie do documento a ser utilizada para as NFC-e de saídas. Neste campo só serão apresentadas as espécies cadastradas com o modelo 65 na rotina Espécies de Documentos

Obs.:
Saiba mais sobre Espécie de Documentos acessando o conhecimento CADASTRO DE ESPÉCIE DE DOCUMENTOS

- Cód. SINAC: Quando a empresa for optante pelo Simples Nacional, informar o código da tabela do Simples Nacional a ser gravadas em todas as NF-e importadas
Obs.: Este campo só ficará habilitado quando o campo Regime de Tributação, localizado em Parâmetros Gerais > Cadastros > Cadastro de Empresas > Fiscal > Federal, estiver preenchido com as opções Simples Nacional – ME ou Simples Nacional – EPP

- Abater Valor do Desconto na Composição do Vl. Contábil e Vl. Líq. do Item: Esse parâmetro é utilizado para a composição do Valor Contábil das NF-e com mais de um CFOP.
Estando marcado, o Valor Contábil será composto pela somatória de (Produto mais Frete mais Seguro mais ICMS ST mais IPI menos Desconto mais Despesas Acessória rateada). Estando desmarcado, o Valor Contábil será composto sem abater o valor do desconto, onde isso deverá ocorrer somente quando na NF-e o valor bruto do item já estiver considerando o valor do desconto

- Recalcula PIS/COFINS?: Ao selecionar esta opção os itens de mercadorias que possuírem informações de PIS/COFINS no arquivo texto serão recalculados a partir do cadastro de produtos e Tabela de CST

No quadro NF-e de Entrada – Emissão Própria, temos os parâmetros referentes às NF-e de entradas emitidas pelo próprio contribuinte

- Layout: Informe o layout utilizado no programa de escrituração, para receber a importação das Notas Fiscais Eletrônicas de entradas

- Observação: Para que as NF-e de entradas não sejam importadas, informar a opção

- Espécie (Mod. 55): Informe a espécie do documento a ser utilizada para as NF-e de entradas. Neste campo só serão apresentadas as espécies cadastradas com o modelo 55 na rotina Espécies de Documentos

Obs.: Saiba mais sobre Espécie de Documentos acessando o conhecimento CADASTRO DE ESPÉCIE DE DOCUMENTOS

No quadro Parâmetros Gerais, temos:

- Importar Observações da NFE: As observações da NF-e, TAG , serão importadas para o campo Observações da Escrituração somente quando este parâmetro estiver selecionado

- Marcar Nota de Entrada como Substituto para empresa Substituta Tributária: Selecionando este parâmetro, ao existir ICMS ST na NF-e de Entrada emitida pelo próprio contribuinte o campo Substituto da Escrituração ficará marcado, desde que no Cadastro da Empresa esteja selecionada a opção Substituto Tributário na opção Fiscal/ guia Estadual e que possua os CFOP´s de Substituição Tributária cadastrados na aba CFOP Substituto Tributário disponível na própria rotina de importação em XML

Obs.: A opção Substituta, localizada na Escrituração de Notas de Entradas, deve ser selecionada quando a empresa for Substituta Tributária e tiver direito ao crédito do ICMS ST, por exemplo no caso de devolução de venda com ICMS retido por Substituição Tributária

- Importar Apenas Notas Fiscais Autorizadas: Selecionando este parâmetro, apenas as NFe autorizadas e canceladas homologadas serão importadas, ou seja, as NF-e que possuírem na tag o código 100 (Autorizado o uso da NF-e) ou 101 (Cancelamento de NF-e homologado)

- Considera Valor de Frete em Outras de ICMS: Selecionado essa opção ao importar o valor de frete será calculado no campo de Outras de ICMS

- Regravar Terceiros: Selecionando este parâmetro, os terceiros já cadastrados serão regravados sendo possível ter os seus dados cadastrais, como Razão Social e Endereço, sempre atualizados

Nota: Ao existir uma nova Inscrição Estadual para o Terceiro no arquivo da NF-e, esta será importada como um novo endereço, ficando este como Principal, mesmo não selecionado o parâmetro Regravar Terceiros

- Regravar Produtos: Selecionando este parâmetro, os produtos já cadastrados serão regravados sendo possível ter os seus dados sempre atualizados

- Calcular Retenções Faturas: Ao selecionar a opção serão calculadas as retenções nas faturas da escrituração

- Gravar Produtos Matriz e Filial: Selecionado essa opção, ao importar serão gravados os produtos na empresa matriz e suas filiais

2- Na guia CST ICMS, deve ser informado o destino dos valores não tributados pelo ICMS, Isentas ou Outras, conforme CST do ICMS
Para o destino informado, é importado o resultado de (Valor dos Produtos menos Desconto menos Base de Cálculo do ICMS)

3- Na guia CST IPI, deve ser informado o destino dos valores não tributados pelo IPI, Isentas ou
Outras, conforme CST do IPI
Para o destino informado, será importado o resultado de (Valor dos Produtos menos Desconto)

4- Na guia CST PIS/COFINS, temos a parametrização para facilitar a conversão do CST de Saída para Entrada nos casos de importação de “notas fiscais de entrada de emissão própria”.
Importação da nota com as características citadas sem ser necessária manutenção posterior por parte do usuário, para que a CST seja modificado, selecione como será feita a leitura do CST, se do novo parâmetro ou ainda do cadastro do produto.

5- A guia CLI por CFOP, será utilizada por empresas que efetuam a integração com a Contabilidade, onde o usuário poderá definir o CLI que deverá ser importado conforme o CFOP

6- A guia CFOP´s sem movimentação Física, será utilizada para situações onde o item da NF-e não tem movimentação Física, sendo possível inserir o CFOP 

7- Na guia Prest. Serv. ISS, será possível parametrizar os itens de serviços quando a nota o arquivo XML for conjugado

8- Na guia CSOSN- Simples Nacional, será possível parametrizar os tipos de campos á serem preenchidos conforme CST de ICMS para Empresas optantes pelo Regime do Simples Nacional

9- Na guia CFOP Substituição Tributária, quando a empresa for Substituta Tributária deverão ser informados os CFOP´s que devem ser levados para a escrituração com a opção “Substituto” marcado.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 3 de 7

Comentários