Bem-vindo ao nosso Suporte

Faça sua pesquisa digitando palavras-chave abaixo ou veja a nossa base de conhecimento.

S160-Como corrigir possíveis divergências no cálculo da Parte Empresa

Seguir

Sumário

Sistema: Gerenciador de Aplicativos Prosoft (GAP)

Contexto: Neste artigo são demonstrados os procedimentos para corrigir possíveis divergências no cálculo da Parte Empresa.

Informações Adicionais: Para Empresas enquadradas na Desoneração da Folha de pagamento, caso haja fator de Redução, haverá também o abatimento no valor da GPS Parte Empresa. Caso não tenha fator de redução, a GPS Empresa ficará com valor zerado.

Resolução

Folha de Pagamento

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Relatórios do Recibo > Folha de Pagamento 

Verifique a Base de INSS dos Funcionários, Autônomos e Sócios, pois através da soma dessas bases aplicando 20% é localizado o valor da parte empresa.

Tabelas de Eventos

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Tabelas > Tabelas de Eventos

2- Em casos de funcionários, se estiver com diferenças deverá verificar os eventos que estão compondo o recibo do mesmo.

Resumo de tributos

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Processamentos > Emissão de Recibos/Resumos > Resumo de Tributos > Consulta do Resumo 

2- No resumo de tributos, há campos específicos para funcionário, sócios e autônomos

Cadastro de Sócios

1- Acesse Social > Controle de Sócios > Manutenção de Arquivos de Sócios >  Cadastro de Sócios

2- Quando a empresa possui divisão de RH, todos Sócios deverão estar alocados a pelo menos uma divisão ativa.


Cadastro de Autônomos

1- Acesse Social > Controle de Autônomo > Manutenção de Arquivos de Autônomo > Cadastro de Autônomos

2- Quando a empresa possui divisão de RH Autônomos deverão estar alocados a pelo menos uma divisão ativa.
 

Cadastro de Funcionários

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Manutenção de Arquivos Funcionais > Cadastro de funcionários

2- Quando a empresa possui divisão de RH, todos os funcionários deverão estar alocados a pelo menos uma divisão ativa.

3- Verificar o tipo de tributação da empresa se for simples com recolhimento parte patronal, todos os Funcionários que pertencem ao anexo IV, estão com a devida parametrização.

 

Cadastro de Sócios

1- Acesse Social > Controle de Sócios > Manutenção de Arquivos de Sócios > Cadastro de Sócios

2- Verificar o tipo de tributação da empresa se for simples com recolhimento parte patronal, todos os Sócios que pertencem ao anexo IV, estão com a devida parametrização.
 

Cadastro de Autônomos

1- Acesse Social > Controle de Autônomos > Manutenção de Arquivos de Autônomos > Cadastro de Autônomos

2- Verificar o tipo de tributação da empresa se for simples com recolhimento parte patronal, todos os Autônomos que pertencem ao anexo IV, estão com a devida parametrização.


Registro de Movimentação de Prontuário

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Manutenção de Arquivos Funcionais >Registro de Movimentação de Prontuário

2- Verificar se possui algum Funcionário Afastado sem Data Fim.
 

Digitação de Variáveis

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Processamentos > Controle de Variáveis > Digitação de Variáveis

2- Foi lançado para este funcionário evento na digitação de variáveis na competência em que o mesmo se encontrava afastado.

 

Tabela de Eventos

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Tabelas > Tabelas de Eventos

2- Para este evento lançado na digitação de variáveis existe a tributação de INSS e FGTS conforme detalhamento abaixo:

 

Folha de Pagamento

1- Acesse Social > Folha de Pagamento > Relatórios do Recibo > Folha de Pagamento 

2- Após gerar o Resumo de Tributos, visualizar a Folha de pagamento, para o funcionário é demonstrado Base de FGTS.

 

3- No campo FGTS está sendo somado as duas Base de FGTS (Funcionário Afastado e Funcionário Ativo).

4- No campo FGTS do resumo final da folha está sendo somado a Base de FGTS do funcionário Ativo.

 

Sefip

Ao importar o Arquivo Sefip o valor pago ao funcionário afastado será considerado para Base de Segurados, Empresa, Terceiros e Acidente de Trabalho.

Comparando com os valores da Folha de Pagamento é possível identificar que a diferença está exatamente no valor do evento pago ao funcionário afastado.

Eventos lançados com tributação apenas de INSS ou FGTS

Ao lançar na Folha de Pagamento eventos que componham Base apenas de INSS ou apenas de FGTS, ao gerar o arquivo Sefip os relatórios estarão divergentes ao relatório da Folha de Pagamento, isso ocorre devido às regras da Sefip.

Para maiores informações consultar o manual da Sefip, disponível no site www.caixa.com.br.

 

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 2 de 3

Comentários